Find us on Facebook

Suzano é certificado no ‘Programa Município Verde e Azul’ com 88 pontos

 

Pontuação é a maior desde 2008, que cresce a cada avaliação em virtude das ações implementadas pela administração municipal no manejo de resíduos e ações de educação ambiental

Suzano foi certificado no “Programa Município Verde e Azul” (PMVA), do governo de São Paulo, por sua eficiência na gestão sustentável após a divulgação da pontuação nesta quarta-feira (29/11) pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, a partir dos critérios de avaliação da pasta. A cidade tirou nota 10 nos quesitos Governança Ambiental; Avanço na Sustentabilidade; Educação Ambiental; Gestão das Águas; Esgoto Coletado e Tratado; e Resíduos Sólidos, garantindo com 88 pontos a maior nota desde 2008, levando em consideração os outros parâmetros e registrando um avanço significativo nos últimos sete anos - lembrando que em 2017 a cidade obteve 29,1 pontos. O certificado credencia Suzano a ganhar o Selo Município Verde e Azul, em premiação que está marcada para 19 de dezembro com a presença do governador Tarcísio de Freitas.

Lançado em 2007, o PMVA tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão sustentável com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios. O principal objetivo é estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável. Tal reconhecimento resulta da avaliação técnica das informações fornecidas pelos municípios, com critérios pré-estabelecidos de medição da eficácia das ações executadas. A partir dessa avaliação, o Indicador de Avaliação Ambiental (IAA) é publicado para que o poder público e toda a população possam utilizá-lo como norteador na formulação e aprimoramento de políticas públicas e demais ações sustentáveis.

Medidas

Entre as ações desenvolvidas em Suzano que contribuíram para o reconhecimento foi a eficiência da gestão dos resíduos, na qual o município se destaca pela oferta de ecopontos à população. Instalados no Parque Maria Helena, na Marginal do Una, no Jardim Dona Benta e no Boa Vista, as unidades acolhem resíduos provenientes de poda, jardinagem, construção civil, materiais recicláveis, óleos de cozinha, pilhas, baterias, latas de tinta vazias, entre outros. Os locais buscam fortalecer os serviços de preservação ambiental, contribuindo diretamente para a sustentabilidade urbana e evitando o descarte irregular.

Outra iniciativa relevante no combate ao descarte irregular de resíduos da construção civil é o programa “Caçamba Verde”, um sistema de rastreamento de transportadores, também conhecidos como caçambeiros, que são cadastrados junto à prefeitura para manter um procedimento de descarte seguindo normas pré-estabelecidas. Por esse controle, o transportador disponibiliza a caçamba contratada pelo munícipe e emite o Cadastro de Transporte de Resíduos Eletrônico (CTR), documento que garante que os resíduos serão entregues ao destino final.

A administração municipal ainda garante, com a Operação Cata-Treco, o recolhimento de toneladas de materiais inservíveis, percorrendo os diferentes bairros e atendendo a solicitações dos cidadãos. A iniciativa tem aumentado a conscientização da população em relação ao descarte adequado e promove a solidariedade pela participação de famílias cooperadas na reciclagem dos objetos produtos.

Em relação à Educação Ambiental, o Poder Executivo municipal implantou “Prefeitura Coleta” e “Prefeitura Coleta nas Escolas” e desenvolveu diversas atividades em conjunto com a Câmara Técnica de Educação Ambiental do Comdema (Conselho Municipal de Defesa e Meio Ambiente), que contemplou aproximadamente 3,5 mil pessoas em um ano com atividades práticas e também eventos disponibilizados pela internet, como a transmissão do programa “Diálogos Ambientais”, pelo canal da Prefeitura de Suzano no Youtube (TV Prefeitura de Suzano).

Mais ações

Em abril, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente deu início ao serviço de coleta seletiva visando recolher os resíduos recicláveis e, posteriormente, os destinar para locais adequados. A iniciativa ocorre em parceria com a concessionária Renova, responsável pela execução dos trabalhos de limpeza no município. A ação tem como objetivo atender domicílios, estabelecimentos comerciais e condomínios cadastrados, com o objetivo de promover o recolhimento de produtos recicláveis e, assim, garantir uma cidade cada vez mais limpa e organizada. Todo o material coletado é direcionado a Cooperativa de Trabalho em Reciclagem Unidos Venceremos (Univence). Esse avanço deve ser contabilizado no IGR de 2024.

Já no mês de março, foi divulgado levantamento nacional “Ranking do Saneamento”, elaborado pelo Instituto Trata Brasil em parceria com a consultoria GO Associados, que apontou Suzano como um dos melhores do País em relação ao serviço oferecido. Em 2023, o município avançou uma posição e apresenta agora o 13º melhor saneamento do Brasil, se mantendo na liderança regional e única cidade do Alto Tietê a configurar entre as 20 primeiras, estando à frente também de capitais brasileiras.

De acordo com o estudo, de 0 a 10, a nota conferida ao serviço oferecido aos munícipes suzanenses é 9,3, conforme os parâmetros analisados. Em relação ao Estado, Suzano possui o melhor saneamento da região e figura como 8º melhor dentro do território paulista, atrás apenas de São José do Rio Preto, Santos, Limeira, Piracicaba, São Paulo, Franca e Sorocaba.

No primeiro semestre, a cidade foi destaque no índice que avalia a gestão de resíduos sólidos em todas as 645 cidades paulistas no ranking elaborado pelo Estado. O município ficou na 2ª posição no Alto Tietê, integrando também o grupo 173 municípios que foram categorizados como “Gestão Eficiente”, o que representa a classificação máxima no Índice de Gestão de Resíduos Sólidos (IGR). A lista é referente às estratégias e projetos desenvolvidos pelos municípios ao longo do ano de 2022.

A preservação das áreas de mananciais também é reconhecida pela participação ativa e cooperação dos órgãos estaduais na fiscalização ambiental municipal com o Grupo de Fiscalização Integrada da Área de Proteção e Recuperação dos Mananciais do Alto Tietê Cabeceiras (GFI-ATC), que registrou 23 ações efetivas de embargo e desfazimento de loteamentos clandestinos, também contribuindo para a elevação da pontuação do município.

O secretário municipal de Meio Ambiente, André Chiang, destacou o trabalho que é feito pela pasta para garantir uma gestão ambiental adequada. “A eficiência atestada pelo selo que receberemos nessa avaliação confirma a qualidade com que estamos desempenhando nossas ações. Esse programa é uma importante ferramenta de diagnóstico e faz com que os municípios analisem, implantem e aperfeiçoem os mecanismos de gestão sustentável localmente. A análise oferece também subsídios para o desenvolvimento e implementação de políticas públicas estaduais”, ressaltou o chefe da pasta.

Por sua vez, o prefeito Rodrigo Ashiuchi afirmou que esse reconhecimento é mais uma conquista para a cidade. “Temos que nos sentir orgulhosos por estarmos avançando neste tema tão importante e caro para nós. Temos tido muito êxito nas iniciativas que estamos desenvolvendo no município e, por isso, nossas ações têm sido premiadas, se tornando referência na região e no Estado de São Paulo. Suzano tem se desenvolvido de maneira sustentável, preservando seus recursos naturais e garantindo melhoria da qualidade de vida da população”, frisou o chefe do Executivo.

Postar um comentário

0 Comentários